O melhor site sobre frases, mensagens e pensamentos.

Sobrenomes Brasileiros

Pois é… Ao contrário de outros textos que já trouxemos por aqui, no caso do Brasil é muito difícil referir-se a sobrenomes como sobrenomes genuinamente brasileiros.

Na realidade, os sobrenomes aqui existentes são resultado quase que total de herança histórica, estejamos falando do nosso passado colonial ou até dos fluxos de imigrantes das mais variadas nacionalidades, momento típico do século XX, especialmente por conta das grandes guerras.

A miscigenação no nosso país está presente na nossa fisionomia, hábitos culturais e até nos nossos sobrenomes. Para se ter algumas noções da miscigenação cultural de sobrenomes no Brasil, estima-se que 32,5% da população de São Paulo tenha sobrenome de descendentes de italianos, número que no Paraná já corresponde a 37% da população.

Além disso, de acordo com o Instituto de Pesquisa Aplicada (IPEA), em pesquisa realizada no ano de 2016, 87,5% dos 46 milhões de nomes de trabalhadores aqui no nosso país exibiam sobrenome de descendência ibérica (Portugal e Espanha, especificamente).

Mas e as populações que já existiam aqui no Brasil antes da chegada de todas essas pessoas, certo? Curiosamente (e infelizmente), não existem sobrenomes indígenas. E mesmo os sobrenomes de origem africana, remontando ao tempo da escravidão, não são encontrados.

Quanto a isso, ficamos com as explicações do historiador Rodrigo Bonciani (Unila) e da professora Lucybeth Arruda (UFOPA). Fez parte do projeto da dominação cultural por parte de Portugal, país do qual éramos colônia, tentar apagar marcas de outras culturas, o que levou à falta de sobrenomes de origem indígena e africana.

E por conta desse projeto, acabava sendo mais socialmente influente que se adotasse sobrenome português, por exemplo.

Especificamente no caso dos povos indígenas, não fazia parte dessas culturas a adoção de sobrenomes, uma razão a mais para a falta de sobrenomes a eles ligados (crédito das informações: Nexo Jornal).

Bem interessante, não acha? Então, já se prepare para encontrar diversos sobrenomes portugueses nesta lista dos sobrenomes mais populares do Brasil.

Como você verá, muitos sobrenomes tiveram sua origem a partir de profissões, lugares de nascimento ou de residência (chamados de topônimos), apelidos, traços físicos e até mesmo como forma de homenagear o pai (chamados de patronímicos). Casos assim são comuns em todas as línguas.

Sobrenomes Brasileiros mais Bonitos e Populares


lista-de-sobrenomes-comuns-no-brasil

  • Albuquerque

De origem portuguesa e espanhola, existe desde a Idade Média. É um topônimo relativo à Vila de Albuquerque. Então, surgiu para indicar pessoas que nasceram ou que viviam nesse lugar. É viável, ainda, ampliar o sentido desse sobrenome para “branco carvalho”, já que o nome dessa Vila vem do latim Albaquercus, cujo significado literal é esse.

É considerado um sobrenome nobre: a família Albuquerque era considerada uma das mais prestigiosas na Península Ibérica no período medieval. No Brasil, chegou durante o período da colonização portuguesa; as primeiras pessoas que aqui chegaram com esse sobrenome fixaram-se na atual região do Nordeste.

  • Almeida

É sobrenome de origem portuguesa ligado ao período da tomada do castelo dos mouros em uma região portuguesa chamada Ribacôa.

De acordo com os registros, os portugueses, liderados pelo nobre cavaleiro Dom Payo Guterres Amado, tomaram o Castelo de Al-Mêda (nome no qual se identificam os termos árabes al, que é um artigo definido, e majíd, que significa “glorioso”, “planície”).

Após a conquista, o nome do castelo passou a ser utilizado como sobrenome, sendo o filho de Dom Payo, Pedro Paes de Almeida, o primeiro a recebê-lo. Por tudo isso, esse sobrenome é entendido com o significado de “o glorioso”, “a glória”, “a planície” e, ainda, “conquista gloriosa”.

  • Amorim

É um sobrenome muito bonito cujo significado é “lugar das amantes”, “local de amar”, “namorados”. É um topônimo que surgiu na Península Ibérica a partir da palavra latina cujo significado são esses que listamos.

Acredita-se que a primeira família com esse sobrenome tenha surgido no norte da Espanha em um lugar chamado Amorim. Também em Portugal existe um local com esse nome.

  • Andrade

É sobrenome de forte sonoridade cujo significado é “do reino da Galiza”. Trata-se de um topônimo para indicar pessoas nascidas ou vindas da freguesia de Andrade, localizada no então reino da Galiza.

Apesar de documentos indicarem que a primeira família com esse sobrenome em Portugal data do século XIV, acredita-se que desde dois séculos antes esse sobrenome já circulava. Possui certa notoriedade por conta dos cinco cavaleiros da família Andrade que habitavam e que atravessaram a Espanha na época da guerra com os mouros.

Segundo alguns estudiosos, esse sobrenome teria partido das comunidades judaicas que habitavam a Península Ibérica, o que levaria o sobrenome a remeter aos chamados novos judeus.

Nota: Quando de seu surgimento, era muito comum que Andrade estivesse associado a Freire (Andrade Freire ou Freire de Andrade), como se formassem um só sobrenome.

  • Barros

Surge relacionado ao ofício daquele que trabalha com barro, significando “descendentes daquele que trabalha com o barro”. De acordo com os estudiosos, surgiu em Portugal como forma de identificar esses descendentes.

  • Batista

É sobrenome que possui natureza religiosa, surgido do termo grego baptisté, que significa “o que batiza”. Vale lembrar que na Bíblia, São João Batista foi quem batizou Jesus Cristo. É uma das mais antigas referências a esse nome. Como homenagem religiosa, foi adotado por várias sociedades cristãs.

  • Botelho

Não existem informações muito precisas sobre esse sobrenome, apenas hipóteses. A mais provável delas, que tenha surgido do sobrenome galego Botello, este originado do substantivo botella, cujo significado é “garrafa”. Já para outros estudiosos, sua raiz estaria no latim vulgar butticula, forma diminutiva de buttis (“tonel”).

Acredita-se que tenha surgido ligado ao ofício daqueles que fabricavam frascos, botelhas, garrafas e outros objetos do tipo.

  • Couto / Coutinho

Tem como significado “proteção”, “defesa”, “lugar imune”. É um sobrenome português que surgiu do latim cautum, palavra cujo significado vem a ser “proteção”, “defesa”. Esse nome era utilizado até por volta do século IX como maneira de designar algum lugar que era considerado seguro.

Acredita-se que Couto tenha surgido inicialmente como um apelido. Coutinho seria uma variante desse sobrenome. A chegada de Couto no Brasil data do período inicial da colonização portuguesa.

Nota: De acordo com estudiosos, as primeiras pessoas a adotarem o sobrenome Couto estavam relacionadas à família cujo nome era da Maia, embora não necessariamente os sobrenomes fossem combinados (Couto da Maia, por exemplo).

  • Cunha

Surgido como topônimo, é dito que seu significado vem a ser “habitante de local onde a rocha tem formato de cunha”, “nascido em um local onde a rocha tem formato de cunha”. Trata-se de uma menção ao formato de um terreno; no caso, formato de cunha, que é em V.

Existindo desde o período por volta dos séculos XII e XIV, de acordo com estudiosos, várias famílias prestigiosas da Espanha e de Portugal tiveram esse sobrenome.

  • Ferreira

Este é um sobrenome bastante popular no Brasil, em Portugal e em demais culturas e está relacionado ao ofício de ferreiro ou mesmo a ferro. Em várias línguas esse trabalho e esse material originaram sobrenomes: em italiano, Ferreti, Ferrari, Ferrara; em inglês, Smith; em alemão, Schmidt.

Sobre Ferreira, não existe muito consenso sobre o seu real significado. Alguns estudiosos entendem-no como referência ao ofício de ferreiro. Já outros, acreditam que se trata de um topónimo, então entendido com o significado de “aquele que vem da Terra rica em ferro”.

  • Gomes

Segundo estudiosos, é um nome patronímico, muito provavelmente por conta da presença do sufixo -es. Seu significado seria “filho de Gomo”, nome próprio que há bastante tempo está em desuso e que para alguns estudiosos pode até ser Gome.

Tal nome próprio teria sua origem, embora pouco se precise sobre ele, no visigótico Guma, cujo significado é “homem”. Esse sobrenome também existe na Espanha, mas com a grafia Gomez. No caso espanhol, acredita-se que tenha vindo de outra palavra visigótica: Gomoarius, nesse caso com o significado de “homem de guerra”.

Por tudo isso, é possível entender Gomes com o significado de “é um filho do homem”, “filho do homem de guerra”.

  • Lima

É um sobrenome toponímico. Acredita-se que sua origem seja do período pré-romano, a partir do nome Limia, que seria um rio cuja lenda diz que quem passasse por ele, tudo esqueceria.

Pode ser, ainda, que tenha vindo da palavra latina limes, relacionada a cercas e a proteção das fronteiras das terras romanas, assim, passando a ideia de “limite”. Chegou até nós pelos portugueses, existindo no país desde o século XII.

  • Marques

A presença do sufixo -es já traz a pista de filiação, ou seja, estamos diante de um nome patronímico. Seu significado é “filho de Marco”, “filho de Marcos”. Assim, é importante voltar as atenções ao significado desse nome próprio para a compreensão total do sobrenome.

Marcos é um nome derivado do latim Mars, nome do deus Marte, o Deus da guerra, na mitologia romana. Esse nome próprio é entendido como “guerreiro”, “dedicado a Marte”. Então, Marques pode ser visto como “filho do guerreiro”, “filho do dedicado a Marte”.

  • Medeiros

De origem portuguesa, diz-se que é bem possível ter surgido como um topônimo. Em Portugal, existe um lugar com esse nome e com muita frequência pessoas que lá viviam ou que lá haviam nascido eram referidas como de Medeiros, o que posteriormente levou Medeiros a ser adotado como um sobrenome.

Outra possível origem é estar relacionado a meda, termo utilizado para se referir a palha; assim, Medeiros teria surgido como referência a lugares como um estábulo. Existem, ainda, estudiosos que relacionam esse sobrenome a “empilhado”, “amontoado”, muito provavelmente relacionado à forma como a palha costuma ser guardada.

  • Melo

Possui origem portuguesa e sua raiz está relacionada ao latim merulu, na história da língua portuguesa evoluindo para melro, este o nome de uma das aves mais comuns de Portugal. Teria surgido a partir de locais onde essa ave era ainda mais frequentemente encontrada.

Pode estar ligada, ainda, à Vila de Merlo, em Portugal, nome depois passado para Vila de Melo.

  • Mendes

É sobrenome originado na Península Ibérica. Surgiu do nome próprio Mendo, ou seja, Mendes é considerado um sobrenome patronímico, significando “filho de Mendes”.

É possível  também que esse nome próprio tenha surgido a partir de Menendo, que significa “sacrifício total”, sendo posteriormente abreviado para Mendo e recebendo o sufixo es, indicando “filho de”. Assim, pode ser que Mendes signifique “filho do sacrifício total”.

  • Mesquita

É considerado sobrenome de origem espanhola. Pouco se sabe sobre sua origem e significado. Provavelmente, surgiu como topónimo, indicando que alguém vivia ou vinha de Mezquita, uma cidade espanhola. Curiosamente, de acordo com documentos, a primeira pessoa a ter esse sobrenome foi Estevão Pires da Mesquita, um português que viveu no século XIV.

A influência árabe é bastante presente na história da Espanha, o que pode estar relacionado ao nome dessa cidade, já que mesquita, em árabe maçgheb, mesjid, é lugar de adoração, dado ao templo islâmico.

Há, inclusive, várias construções na Espanha que remontam a essa influência, como o Real Alcázar de Sevilha.

  • Mota

Sobrenome cujo significado é “nascido no monte de terra”, “habitante do monte de terra”, “aquele que vem da casa forte”, “habitante da casa forte”. Não há consenso sobre sua origem, frequentemente relacionada ao espanhol, português ou mesmo italiano; por vezes, alguns estudiosos relacionam-no à origem escocesa ou irlandesa.

Como surgiu para designar o local onde uma pessoa nasceu ou onde residia, é considerado um topônimo.

  • Nascimento

Possui raiz portuguesa e está relacionado a religião. Era dado o nome de Nascimento àqueles nascidos no dia 25 de dezembro como forma de homenagear o nascimento de Jesus Cristo.

Para alguns estudiosos, pode ser que esteja relacionado a Nassau, sobrenome que é comum na Holanda, mas essa possibilidade é menos difundida.

  • Pacheco

Significando “aquele que vem da Espanha”, já deixa a pista de que surgiu na Península Ibérica. Não é possível precisar muito de sua origem, havendo algumas teorias, apenas. É provável que tenha surgido do latim pacieco, termo que corresponde a “aquele que vem da Espanha”.

Curiosamente, embora relacionado à Espanha, a primeira pessoa que teria sido registrada com esse sobrenome foi o português Fernão Rodrigues Pacheco, homem de confiança de D. Sancho II de Portugal.

  • Pereira

Este sobrenome é considerado de origem nobre, tendo feito parte de várias famílias reais na Europa. Refere-se, como o próprio nome indica, à árvore Pereira, que dá pera. Por tal, acredita-se que seja um topônimo, indicando o lugar onde esse tipo de árvore era bastante comum e de onde pessoas teriam vindo ou onde residiam.

Existe uma história bem curiosa sobre o surgimento desse sobrenome: conta-se que Rodrigo Gonçalves recebeu por seus serviços prestados a Dom Henrique de Borgonha uma propriedade cujo nome era Palmeira e Pereira, muito provavelmente por existirem pereiras no lugar. A partir daí, Rodrigo acrescentou Pereira ao seu nome.

Mas essa história não é a única que se conta sobre seu surgimento. De acordo com outra história, Nuno Álvarez Pereira, nobre pertencente à Casa dos Senhores e Condes da Feira, foi o primeiro indivíduo a ter esse sobrenome, passando aos seus descendentes.

  • Pimentel

Faltam informações que precisem o significado desse sobrenome. A hipótese mais aceitável é que tenha surgido como apelido português do período medieval Vasco Martins (um cavaleiro ou fidalgo, as informações não são consensuais).

O rei Dom Afonso III assim o teria apelidado porque Vasco Martins ficava colérico com frequência e quando isso acontecia, ficava vermelho como um pimentão. Outra forte possibilidade é ter raízes italianas, pois por volta de 1250 havia as grafias Pimentelli, Pimentello, sugerindo relação com a língua italiana.

  • Ramos

Surgido por motivação religiosa, é um sobrenome de origem ibérica. Está relacionado a Domingo de Ramos: trata-se de festividade cristã que celebra quando Jesus Cristo chegou em Jerusalém.

Diversas pessoas, inspiradas por essa festa, adotaram esse sobrenome, fazendo com que fosse utilizado por muitas famílias sem que houvesse parentesco entre elas.

  • Rodrigues

É considerado um dos dez sobrenomes mais frequentes aqui no Brasil. Chegou até nós nessa forma portuguesa (em espanhol, é Rodríguez). Sobrenome patronímico, quer dizer literalmente “filho de Rodrigo”.

Então, para entender mais sobre o seu significado, devemos ter em mente que Rodrigo é um nome próprio de origem germânica e que apresenta como significado “poderoso pela sua glória”, “governante poderoso”.

Por conta disso, pode-se dizer que Rodrigues significa “filho daquele que é poderoso pela sua glória”, “filho do governante poderoso”.

  • Santana

É outro sobrenome que surgiu por influência de religião. Trata-se da aglutinação de Santa Ana, ou Sant’Ana. É uma maneira de homenagear Ana, avó de Jesus Cristo. Atribui-se a chegada desse sobrenome no Brasil a uma família espanhola que aqui chegou, fato ocorrido em 1882.

É considerado um tradicional nome de família existindo em Portugal, na Espanha e na Itália.

  • Santos

Este sobrenome bastante comum aqui no Brasil tem um motivo religioso. Dava-se esse nome às pessoas nascidas no dia 01 de novembro, conhecido como o dia da Todos os Santos.

Especialmente os chamados cristãos-novos adotavam esse sobrenome. Possui origem francesa e italiana, tendo chegado até nós através dos portugueses. É bastante comum também em Portugal. Curiosamente, é aqui no Brasil onde esse sobrenome mais aparece.

  • Silva

Para muitos, chega a ser uma surpresa: apesar de bastante popular e facilmente encontrado, Silva não é um sobrenome brasileiro, tendo sido trazido ao Brasil pelos portugueses por volta do ano 1600.

Muitos portugueses que aqui chegavam adotavam esse sobrenome, escolha motivada por se tratar de um sobrenome bastante nobre em Portugal na época da Idade Média. Vem de palavra latina cujo significado é “selva”.

De acordo com estudiosos, surgiu na realidade durante o Império Romano, sendo essa a forma como se referir a pessoas oriundas ou nascidas em regiões próximas a florestas.

É tão popular no Brasil quanto em Portugal, também lá sendo facilmente encontrado.

  • Sousa

É um tradicional e popular sobrenome em Portugal e aqui no Brasil, havendo duas possíveis origens para ele. A mais provável é que sua raiz esteja na palavra latina saxa, que quer dizer “seixo”, “pedra”, “rocha”

. Nesse caso, acredita-se que surgiu para se referir a um indivíduo nascido ou vindo de paisagens rochosas, com muitas pedras. A segunda e menos difundida hipótese é que esteja relacionado a seixa, uma ave típica dos países ibéricos e conhecida por sua braveza; por conta disso, Sousa significaria “bravo”.

Chegou ao Brasil ainda nos primeiros anos da colonização portuguesa, valendo destacar que Tomé de Sousa foi o primeiro governador-geral no Brasil, assumindo o cargo em 1549.

Nota: Também é comum encontrar variantes para esse sobrenome, como Souza, de Sousa, de Souza. Todas as formas têm igual origem e significado.

  • Torres

É sobrenome que se encontra facilmente aqui no país. Seu significado é “ser grandioso” e possivelmente tem relação com as comunidades judaicas vindas da Espanha. Os primeiros registros do uso desse sobrenome datam do século XIV na Espanha e do século XV em Portugal.

  • Vasconcelos

Quer dizer “morador de Vasconcelos” (região compreendida entre o Douro e Minho, em Portugal). Possui origem em uma nobre família portuguesa que existiu no século XII.

Embora não haja comprovação, outros estudiosos propõem mais dois significados distintos: ter surgido de vasconcélia (flor da família das caricáceas) ou estar ligado ao verbo vasconcear, cujo significado é “falar com sabedoria”.

  • Viana

De acordo com pesquisadores, esse sobrenome pode ser entendido como “monte”, assim se tratando de um topônimo.

É dito que os povos ibéricos utilizavam o termo viana para se referirem aos montes e às montanhas. Inclusive, tanto em Portugal quanto na Espanha existem localidades que levam esse nome, como Viana do Castelo, Viana do Alentejo e Viana do Minho. Não há dados que permitam assegurar se esse sobrenome surgiu na Espanha ou em Portugal.

Quanto a Portugal, o sobrenome Viana estaria também relacionado a respeito da origem de Viana do Castelo. Segundo a lenda, o sobrenome seria o resultado da aglutinação das palavras da frase Vi a Ana, que teria sido muito utilizada por um pescador que nutria amor pela jovem e bela Ana que por lá vivia.

Outros bonitos Sobrenomes existentes no Brasil


sobrenomes-brasileiros-bonitos-e-famosos

  • Antunes: “filho de Antônio”, “filho do valioso”, “filho daquele que é digno de apreço”.
  • Araújo: “árvore”, “do Minho”, este o nome de uma região em Portugal.
  • Barcelos: topônimo ligado a Barcelos, uma vila em Braga (Portugal).
  • Brito: surge como referência à Ribeira de Brito, em Guimarães (Portugal).
  • Castro: “castelo”, “fortaleza”, “habitante do castelo”, “habitante da fortaleza”.
  • Duarte: “guardião das riquezas”, “guardião rico”.
  • Fernandes: “filho de Fernando”, “filho do viajante corajoso”, “filho daquele que ousa viajar”.
  • Fonseca: “fonte seca”.
  • Freitas: “brecha”, “abertura”, “habitantes do local rochoso”, “aquele que vem de local rochoso”.
  • Gonçalves: “filho de Gonzalo”, “filho de Gonçalo”, “filho daquele salvo na guerra”.
  • Moraes/Morais: “amoreira”, “vindo de Moares”, “nativo de Mauritânia”. Não há consenso sobre sua origem, havendo muitas possibilidades e, consequentemente, muitos significados possíveis para ele.
  • Moreira: surge a partir de “amoreira”.
  • Ribeiro: “rio pequeno”.
  • Rocha: “nascido ou vindo de lugar rochoso” e, pela simbologia da rocha, pode significar “homem forte”, “homem estável”.
  • Simões: “filho de Simão”, “filho daquele que ouve”, “filho do ouvinte”.
  • Vieira: relativo ao latim veneria, nome de um certo tipo de concha.

Mais Sobrenomes Famosos no Brasil


sobrenomes-brasileiros

  • Aragão
  • Assis
  • Azevedo
  • Baltazar
  • Bernardes
  • Bernadi
  • Bezerra
  • Bittencourt
  • Boaventura
  • Brum
  • Caires
  • Cid
  • Colares
  • Dantas
  • Feitosa
  • Ferrão
  • Furtado
  • Gadella
  • Garcia
  • Garrido
  • Godoi
  • Hoffmann
  • Jardim
  • Kruger
  • Leal
  • Leite
  • Lira
  • Mansur
  • Mantovani
  • Miranda
  • Nery
  • Neto
  • Ortega
  • Ottoni
  • Parente
  • Pedrosa
  • Pinheiro
  • Queiroz
  • Rangel
  • Rebelo
  • Ribas
  • Rizzo
  • Salazar
  • Sartori
  • Schultz
  • Seabra
  • Siqueira
  • Tinoco
  • Trajano
  • Trevesian
  • Uchoa
  • Valle
  • Viegas
  • Weber
  • Zanetti
  • Zanon
  • Zimmermann  


Considerações Finais


Esperamos que nossa lista dos sobrenomes que podem ser encontrados aqui no Brasil tenha interessado você. Conseguiu achar o seu sobrenome?

Antes de sair da página, não esqueça de contar para nós qual significado de sobrenome mais chamou sua atenção e se você sentiu falta de algum.

Que tal ficar de olho nos próximos textos? Tem mais conteúdos sobre nomes e sobrenomes chegando por aqui!


Todo nosso conteúdo é feito especialmente para que nossos leitores possam transmitir sentimentos de amor, felicidade, carinho e gratidão para aquelas pessoas que amam.

Portanto, esperamos que nosso material com Sobrenomes Brasileiros possa ter atendido suas expectativas.

Se puder nos ajudar, compartilhe nosso site com seus amigos e familiares via Facebook, WhatsApp, Stories, Instagram, Status, Tumblr, Pinterest ou qualquer outra Rede Social.

A equipe do “megafrases.com.br” agradece a sua visita a esta página e te convida a retornar outras vezes para conferir nossas lindas mensagens e imagens…

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.